You are currently browsing the tag archive for the ‘Fotografia’ tag.

henri-cartier-bresson.jpg

Poucos dias depois da celebração do Dia Mundial da Fotografia, espaço para o grande mestre: o romance num café de Paris, sob o olhar atento do “fiel amigo” e, claro está, da lente de monsieur Bresson.

2006_03-04.jpg
 Calendário Lavazza 2006
Fotografia: Ellen Von Unwerth

Boa semana!

ryanair.jpg

Em 2008, no Ritual Café, todas as segundas-feiras serão tão boas quanto esta(s)! São os meus votos.

[Na imagem, o Calendário da Ryanair, envolto em polémica por acção do politicamente correcto, a Inquisição do século XXI. A história resumida, aqui.]

Está resolvido o Coffee Quiz # 9. A vencedora foi a ex-parisiense Susete, que acertou na identificação do estabelecimento ilustrado na fotografia, o Le Procope.

le-procope.jpg

Fundado em 1686, pelo siciliano Francesco Procopio dei Coltelli, o Le Procope é o café-restaurante mais antigo de Paris e, também, um dos mais célebres.

Mais pormenores aqui, aqui e, claro, aqui.

1996_03-04.jpg

Calendário Lavazza 1996 – March-April
Fotografia: Ferdinando Scianna

Boa semana!

2006_01-02.jpg

Calendário Lavazza 2006 – January-February
Fotografia: Ellen Von Unwerth

Que a semana passe a voar, de preferência em first class.

eight-o-clock-coffee.jpg

Eight 0′ clock coffee, Ralph Steiner

lp.jpg

Nível: médio

2006_05-06.jpg 

Calendário Lavazza 2006 – May-June
Fotografia: Ellen Von Unwerth

Porque à segunda-feira é sempre útil um estímulo suplementar, aqui fica o contributo do Ritual (a repetir, semanalmente).

lavazza-cal-2006-1.jpg

Produção do Calendário Lavazza 2006
Fotografia: Ellen Von Unwerth

Devido a atrasos nas obras de renovação, a reabertura do histórico Café Império foi adiada para a próxima sexta-feira.

Depois da polémica que envolveu a IURD e quase transformava o edifício lisboeta, classificado pelo IPPAR como Imóvel de Interesse Público desde 1996, num local de culto, a nova gerência aposta em revitalizar o espaço, fazendo regressar “a magia e o glamour dos anos 50“.

Desta forma, a capital recupera um dos seus ex-libris que, depois da sua inauguração em 1955, rapidamente se tornou num espaço de convívio de referência em Lisboa.

Não queremos que o Império seja só um café, mas também uma casa de cultura.

Gonçalves, empregado mais antigo do Café Império