Cabo-verdiana quer nacionalidade mas “mau português” impede-a

Tomasia tem 48 anos e vive há oito em Portugal com o marido e os filhos

Tomasia da Silva Costa vive em Portugal desde 2000 e quer ser portuguesa. Mas o facto de não saber ler nem escrever dificulta a sua capacidade de passar no exame de português, um dos requisitos obrigatórios para aceder à nacionalidade.

Porque é que não a deixam fazer o exame de Português do ensino básico? Aquele em que os alunos passam de qualquer maneira, desde que se perceba, minimamente, a ideia que pretendem transmitir, mesmo que o texto esteja carregado de erros? Ah… não tem interesse… não conta para as estatísticas… hum…

E o Sr. Madaíl? Não terá interesse que a Tomasia dê uma perninha na Selecção Nacional? Como? Já tem 48 anos… pois é! Chatice.