[Ao telefone]

A sua chamada está em lista de espera… Música.

– Sim?

– Bom dia. Fala da Câmara Municipal?

– Sim.

– Passe-me à tesouraria, s.f.f.

Música, novamente.

– Tesouraria, faz favor. 

– Boa tarde. Fala da empresa Y. Era por causa de uma “facturita” que aí temos…

– Ainda não está nada a pagamento, interrompe abruptamente.

– Sim, sim. Eu sei. Mas, não é isso. É que a factura faz hoje dois anos. Só queria cantar-lhe os parabéns!