Às quartas-feiras o Miguel Góis escreve no jornal Record. Só por isso, já vale a pena dar uma olhada.