Assistir a um “momento deprimente”, inserido num programa humorístico, tem a sua piada, conforme amplamente demonstrado pelo Gato Fedorento no Diz Que É Uma Espécie de Magazine. Já ver um programa humorístico que, todo ele, parece um momento deprimente, já não me parece grande ideia.

Estou a falar do Hora H, programa do Herman José, exibido aos Domingos à noite na Sic. Confesso que ainda não consegui ver um episódio completo. Contudo, o que tenho visto é mau de mais , especialmente para um humorista que faz parte do nosso imaginário colectivo e que já nos brindou com momentos e personagens inesquecíveis, desde o Tal Canal até à Herman Enciclopédia, passando pelo Parabéns ou Herman Sic, entre tantos outros momentos hilariantes de televisão. Para quem, como eu, cresceu a rir com um Herman excepcional, é deprimente vê-lo a arrastar-se penosamente no grande ecrã, procurando voltar a fazer aquilo que já fez como ninguém. Nem o Herman, nem nós merecíamos isto. Demasiado deprimente…

, , , ,