O presidente da Câmara de Gondomar, Valentim Loureiro, disse hoje “esperar” que o processo Apito Dourado, no qual é arguido, não termine por erros processuais, impedindo que a sua inocência seja provada.

 Infelizmente, o malandro do advogado que o representa, não pensa o mesmo!!!