Devido a atrasos nas obras de renovação, a reabertura do histórico Café Império foi adiada para a próxima sexta-feira.

Depois da polémica que envolveu a IURD e quase transformava o edifício lisboeta, classificado pelo IPPAR como Imóvel de Interesse Público desde 1996, num local de culto, a nova gerência aposta em revitalizar o espaço, fazendo regressar “a magia e o glamour dos anos 50“.

Desta forma, a capital recupera um dos seus ex-libris que, depois da sua inauguração em 1955, rapidamente se tornou num espaço de convívio de referência em Lisboa.

Não queremos que o Império seja só um café, mas também uma casa de cultura.

Gonçalves, empregado mais antigo do Café Império